A Restauração Capilar é um dos procedimentos estéticos mais efetivos para reequilibrar a delicada harmonia facial. Sem esta “moldura capilar” a pessoa deixa de ter nos olhos o centro da atenção de quem olha sua face. Em vez disso, o olhar do interlocutor fica disperso, vagando entre a face e a área calva.

Para restaurar a harmonia, deve haver arte e técnica, nesta ordem. Por mais que a técnica avance, a arte é fundamental. Visualizamos a restauração capilar dentro de um conceito mais amplo, como uma restauração facial. Restauramos assim, não apenas o cabelo: reequilibramos a face como um todo em todas suas dimensões, inclusive o cabelo da região lateral da testa (temporal). A forma da nova linha capilar deve ser de acordo com o formato facial e suas imperfeicões, buscando assim, rejuvenecimento e harmonização, que aos nossos olhos surge na forma de beleza.

O objetivo de um transplante de cabelo é restaurar o volume natural do cabelo. O volume final não depende apenas do número total de fios transplantados. De acordo com o tamanho da área calva e o número de UFs transplantadas, resulta em densidades maiores ou menores. Portanto, não apenas tamanho do transplante e a técnica utilizada, mas também a densidade de fios da área doadora, bem como sua elasticidade, influenciam a densidade final.

Antes, eram necessárias várias sessões de transplante de cabelo para obter um aspecto denso. O padrão clássico do antigo Transplante Mini-micrografting (Fio-a-fio) exigia três sessões por região tratada, no caso do local ser inteiramente calvo. Ainda assim, poderia ocorrer aquele indesejado aspecto de “tufos”, que é particular dessa técnica. Com o desenvolvimento do Transplante Folicular Coronal, passou a ser possível resolver o problema da calvície geralmente em apenas uma sessão por região calva e com aspecto absolutamente natural. Calvícies mais extensas podem necessitar sessões adicionais.


A explicação é matemática
Um cabelo normal contém de 70 a 100 UF/cm2. Mas, surpreendentemente, com pouco mais da metade dessa densidade já é possível criar a ilusão de um cabelo cheio. Outro ponto a ser considerado é o calibre do cabelo: quanto mais grosso, uma menor densidade será necessária para criar o volume desejado. Já o cabelo fino torna necessária uma maior quantidade de UFs, visto que o volume criado por cada fio é menor. O volume é razão do comprimento do fio X área da secção transversal do fio (pR2). Sendo assim, ao duplicarmos o calibre do fio, quadruplicamos seu volume. O que mostra a tremenda influência do calibre do fio. Mas, em média, podemos dizer que 40-50 UF/cm2 conseguem criar a desejada ilusão de um cabelo cheio. No caso dos cabelos finos, densidades maiores (60 UF/cm2) serão necessárias. Essa ilusão de volume é o que chamamos de densidade cosmética, diferente da densidade real natural (o cabelo original).


Área X Densidade
Se a lógica é obter uma alta densidade por sessão, de nada adianta espalhar o cabelo por toda região calva, querendo cobrir tudo de uma vez, pois o resultado será um transplante com baixa densidade, transparente, com conseqüente frustração do paciente. Se realmente quisermos uma alta densidade, devemos concentrar o cabelo numa região específica. Como temos em geral algo entre 2.000 e 2.500 UFs por transplante, é possível cobrir entre 50 e 60 cm2 por sessão. A vantagem de trabalhar apenas uma sessão por região é a de estarmos sempre numa área virgem, com vascularização intacta. Também não há necessidade de esperar o cabelo crescer para voltar a trabalhar nesse local. Sendo assim, o intervalo entre as sessões, no caso de calvícies maiores, poderá ser abreviado para 6 - 9 meses.


Área doadora e área receptora
Nenhum transplante de cabelo produz mais fios de cabelo, apenas os redistribui. Sendo assim, poderemos apenas restaurar completamente o cabelo de alguém com calvície que atinja apenas 40% do total. Comprometimentos maiores podem talvez permitir apenas restaurações parciais. Como é feito: os fios são retirados de uma área menos propensa à calvície, a região occipital, chamada de área doadora. Depois de preparados pela equipe médica, são implantados na área calva, chamada de área receptora. Esses novos fios crescerão normalmente, podendo ser cortados, alisados e tonalizados como um cabelo normal. Não haverá evolução para a calvície, pois esses fios são geneticamente protegidos. Para você entender melhor, uma analogia: o problema não é a "terra" que é ruim, mas sim a "semente" que era fraca. Uma "semente" boa numa "terra" boa crescerá normalmente.


A retirada dos fios
O cabelo é retirado da área doadora (região posterior da cabeça, occipital) de forma simples e rápida. Retira-se uma fina faixa do couro cabeludo. As bordas são aproximadas lado a lado e suturadas em dois planos, sendo um profundo e outro superficial, bem delicado, de forma a deixar apenas um traço imperceptível. A grande importância da sutura profunda é reter a tensão, impedindo que a sutura alargue após serem retirados os pontos. Estes pontos internos serão reabsorvidos após 6 semanas. O resultado usual é uma linha cicatricial de 1mm de largura, imperceptível pois fica encoberta pelo cabelo, mesmo curto (máquina 3). Mesmo ainda com os pontos o cabelo cobre o local, deixando geralmente inaparente.


Preparo dos enxertos foliculares
Uma das etapas mais trabalhosas, delicadas e importantes do transplante capilar é o preparo dos enxertos foliculares, ou seja, a divisão e separação das unidades foliculares contendo 1, 2, 3 ou 4 fios de cabelo cada. Como são muito pequenas e delicadas, a tarefa exige microscópios especiais com visão 3-D. Oito assistentes munidos desses microscópios com sistema back light, separam, lapidam e classificam cada unidade folicular. Depois de preparados, os enxertos foliculares são cuidadosamente conservados em solução nutritiva a 4°C. Para produzir 3.000 enxertos foliculares, oito assistentes levam de 4 a 6 horas.


Colocação das unidades foliculares
Assim que os assistentes separam as primeiras unidades foliculares, é iniciada a implantação. Enquanto o paciente, sob efeito apenas de anestesia local, cochila ou relaxa ao som de música suave, nossa equipe insere as unidades foliculares uma a uma. É um processo delicado, artesanal e trabalhoso, que pode levar no total até 8 horas. Para tanto, são realizadas micro incisões de 0,55 a 0,70mm, e uma delicadíssima pinça com fino pó de diamante na ponta, que não danifica as unidades foliculares. Manter as características naturais de um cabelo, como o caimento, por exemplo, é fundamental nessa etapa do processo.


Características dos fios
A lógica do Transplante Folicular é seguir exatamente as características naturais do cabelo – como o ângulo e direção de crescimento dos fios – e também manter as variações normais de densidade e volume entre diferentes regiões. O aspecto do cabelo transplantado é quase o mesmo do cabelo normal. Pode ser um pouco mais grosso, pois ao contrário do que ocorreu na região calva (área receptora) ele não afinou em conseqüência da ação hormonal. Mas o ponto chave do transplante folicular coronal é manter a distribuição natural dos fios. Quer dizer: nas linhas mais próximas à testa, as unidades foliculares devem conter apenas 1 fio. Seguem-se os de 2 fios e, apenas em determinadas áreas implantam-se grupos de 3 e 4 fios.


Duração do Transplante Folicular, equipe e anestesia
A duração completa do transplante folicular pode variar de 5 a 8 horas, de acordo com o caso. Mas sempre é realizado com anestesia local, mais uma leve sedação, quando realizado em ambiente hospitalar. Quer dizer que, na maior parte do tempo, o paciente fica apenas cochilando. Devido à complexidade da técnica, é necessária uma equipe totalmente profissional. Mesmo sendo uma cirurgia que pode ser considerada simples, primamos pela segurança: é realizado em local que dispõe de todas as medidas necessárias, onde o paciente é mantido sob total controle de todos seus dados vitais. Geralmente, os procedimentos são realizados na própria clínica.


Logo após (sem curativo e lavagem no dia seguinte)
Pela delicadeza da técnica, em alguns minutos as unidades foliculares já estarão fixadas, embora de maneira ainda tênue, mas o suficiente para dispensar aquelas incômodas e constrangedoras bandagens (ou turbantes). Nenhum tipo de curativo é utilizado. Logo no dia seguinte, de volta à clínica, o cabelo do paciente é lavado e secado por nossa equipe. Recebe ainda uma sessão de drenagem linfática facial. Todo o procedimento em casa é repassado para que não hajam dúvidas. Resumidamente os cabelos devem ser lavados em casa diariamente, com um pincel de cerdas macias por nós fornecido e um shampoo anti-séptico que orientamos. Após a retirada de pontos novos shampoos serão prescritos.


CANAIS DE COMUNICAÇÃO DIRETA

Para maior comodidade de nossos pacientes disponibilizamos meios de comunicação direta para tirar suas dúvidas não médicas em cirurgia plástica corporal e facial, transplante capilar, dermatologia & laser. O chat online e um email exclusivo (equipe@valeplastica.com.br), atendidos pelas secretárias que darão informações não médicas.

CLIQUE AQUI PARA CHAT ONLINE | CLIQUE AQUI PARA SOLICITAÇÕES VIA EMAIL


OBJETIVOS DE NOSSO SITE
• Informar a população leiga sobre os tratamentos disponíveis e consagrados cientificamente em Cirurgia Plástica e Dermatologia.

• O conteúdo deste site não garante, insinua ou promete resultados e é apenas informativo ao público leigo e aos nossos pacientes.

• Não anunciamos aqui técnicas exclusivas e sim tratamentos consagrados cientificamente e de domínio das Especialidades Médicas de Cirurgia Plástica e Dermatologia.

• Não existe fotos de pacientes em nosso site, todas as fotos de pessoas aqui vinculadas são meramente ilustrativas de pessoas comuns e que gozam de boa saúde.

Não realizamos consulta médica on-line, nosso atendimento on-line é um atendimento através de nossas secretárias que poderão esclarecer dúvidas não relacionadas a medicina.

• Seguimos regras do CRM sobre sites médicos éticos através da resolução da mesma.

• Clique aqui e leia nossa Politica de Privacidade e Manual de Principios Éticos para sites de Medicina e Saúde


Transplante Capilar | Informações Gerais | O que é Transplante Capilar | Resultados Naturais | Devo Fazer Transplante? |
Técnicas Atuais | Técnicas Atuais - Folicular | Técnicas Atuais - Micro Transplante Folicular | Técnicas Atuais - Transplante de Fios Longos | Técnicas Atuais - Alta Densidade | Técnicas Atuais - Extração da Área Doadora | Técnicas Atuais - Correções | Técnicas Atuais - Sutura Tricofítica | Técnicas Atuais - Megasessões | Técnicas Atuais - Coronal | Técnicas Atuais - Redução do Couro Cabeludo |
A Cirurgia Passo a Passo | Cuidados Pré-operatórios | Cuidados Pós-operatórios | Transplante em Outras Áreas | Transplante em Outras Áreas - Sobrancelhas | Transplante em Outras Áreas - Cílios | Transplante em Outras Áreas - Região do Púbis | Transplante em Outras Áreas - Cicratizes Pós-cirúrgicas |






São José dos Campos - S.P.
ValePlástica & ValeDermo
Hair Transplant Brazilian Medical Group
Dermoplastic
Rua Esperança, 40 - Vila Adyanna
Jacareí - S.P.
ValePlástica & ValeDermo
Hair Transplant Brazilian Medical Group
Dermoplastic
Rua Floriano Peixoto, 148 - Centro

Desenvolvido por www.saojosedoscampos.com.br